O que as redes sociais podem fazer por sua empresa

Geisy Villa Nova Arruda era apenas uma estudante de turismo que cometeu o erro de ir na faculdade com um vestido curto. Humilhada pelos seus colegas – que nunca devem ter visto um par de pernas na vida – a aluna ganhou a cena dos programas de TV e das redes sociais devido a repercursão do caso, que foi espalhado nacional por vídeos do Youtube e mensagens do Twitter.unitaleban

Já não bastasse a situação bizarra do julgamento da moral da estudante, a Uniban – faculdade onde aconteceu o incidente – conseguiu piorar ainda mais a situação: em nota emitida hoje, a universidade anunciou que irá suspender Geicy do curso.

Segundo a universidade, a aluna teve uma atitude provocativa, o que resultou numa reação coletiva de defesa do ambiente escolar. Desse modo, deve-se desligar a estudante em razão do flagrante desrespeito aos princípios éticos, à dignidade e à moralidade. Além disso, a Uniban registra na nota o entranho “comportamento da mídia que mais, uma vez mais, perde a oportunidade de contribuir para um debate série e equilibrado sobre temas fundamentais como ética, juventude e universidade”.

Agora, para que debate se a instituição já “resolveu tudo” expulsando a aluna? O que a universidade espera? Defender os bons costumes do Brasil politicamente correto? Possivelmente a moça deverá ganhar rios de dinheiro da Uniban na justiça, devido a discriminação sofrida.

O desfecho do caso só prejudica mais essa universidade, que já ganhou trocadilhos como Unitaliban e Unibandidos nas redes sociais. Depois dessa falha épica, espalhada principalmente pelas redes sociais, sua imagem será somente associada a ditadura, quando não for lembrada pelo seu péssimo desempenho do ENADE, com 11 cursos com nota 2.

As redes sociais refletem a indignação das pessoas no caso da estudante. A postura da Uniban provocou ainda mais revolta nos usuários desse serviço, que mesmo sem conhecer a moça, ou a universidade, possuem certeza da hipocrisia da instituição.

 

Leonardo

Registros de Leonardo Faria sobre desenvolvimento web