Migração para Macintosh

Momento Caparica: Muitos que estão habituados a PCs e se migram para o Mac OS apresentam diversas dúvidas. Teclas de atalho: maçã mais o quê? Option? Solução definitiva de tudo isso. Aplicativos no menubar Lista com vários. Eu uso e recomendo o Gmail Notifier e o BloglinesMenu. Interessantíssimo. Migrando do Linux para o Mac Dicas pelo Aurelio. Link extra Trocentas formas de ejetar um CD :) Insatisfeito com o Dashboard?

Opera 9 lançado

A mais nova versão do browser Opera acaba de ser lançada. Novidades? Ele agora tem widgets. Widgets? Aquelas coisinhas que poluem o desktop e que alguma vez pode ser útil. Sim, são aqueles mesmos do Mac OS. A outra novidade é a aprovação no teste ACID2 Para quem não sabe, o ACID2 é um teste proposto pelo W3C e que serve para verificar como os browsers renderizam uma página. Por curiosidade, o Safari foi o primeiro browser a passar pelo teste, a 1 ano atrás.

Rádio online é moleza!

[update] Esse artigo foi escrito em 2006 e atualmente pode não ser a melhor opção para streaming.

Escrevi esse artigo no começo do ano para explicar como ocorre a transmissão de áudio para a Internet. (Nas minhas férias de faculdade – mês que vem – vou refazer esse artigo e aproveitar que tenho 2 micros em casa agora)Utilizaremos o SHOUTcast, que é livre e funciona em vários sistemas operacionais. É uma solução pequena, mais interessantíssima.

Desenvolvimento web no Macintosh 2

Apache, PHP e MySQL de forma mais fácil No artigo anterior, configuramos na mão o nosso servidor. Entretanto, há uma forma mais fácil de ter um servidor web em casa. Com o XAMPP, você instala tudo de uma só vez. Vantagens? Todas as possíveis: além do feijão com arroz básico, esse superpacote all-in-one traz o gerenciador de banco de dados PHPMyAdmin, o gerenciador de estatísticas Webalizer, dentre outras maravilhas. Ruby and Rails Rails é um framework e hype do web2.

Desenvolvimento web no Macintosh

Muitos que se migram para o Mac OS se perguntam como trabalhar com desenvolvimento web nele. Well, o Mac OS X já vem com Apache configurado. Falta, portanto, configurar PHP e MySQL.

Por que webstandards?

O artigo que vem a seguir foi escrito por mim em fevereiro do ano passado, para o projeto ReclamaSite (que nasceu morto). Naquela época, web2.0 não era capa de revista e muita gente ainda tinha desconfiança das vantagens do Tableless.

O problema do Flash vs IE

Nos últimos tempos, a Microsoft lançou um patch, para o IE, que bloqueava a execução de Flash em documentos da Web. A Adobe lançou um patch, para corrigir o patch do IE mas ainda hoje vejo gente em fóruns, listas e orkut reclamando do problema. A solução é mais simples do que se pensa e se chama SWFObject. Além de corrigir esse tormento da inserção de Flash para o IE, o SWFObject permite a inserção de objetos Flash XHTML válida, além de contar com um recurso que ‘filtra’ a versão do plugin.

Bookmarklets

Há pelo menos 2 anos, falei dos bookmarklets, Javascripts que modificam o comportamento do navegador. Talvez eles seriam o avó do Greasemonkey, que prometem algo semelhante, mais com uma maior riqueza e poder. Nas versões anteriores do site, sempre divulgava vários desses Javascripts. Na transição de versão do site, havia me esquecido deles. Mais agora, separei a documentação. P.S.: Na Revista Webdesign de março desse ano há uma interessante reportagem sobre esses recursos, onde inclusive aparece meu nome.

Alternativa em webmail

Quem usa webmail de servidores LAMP provavelmente conhece as sérias limitações do Horde e do SquirelMail, que são instalados juntos no cPanel. Interfaces feias e falta de usabilidade sempre estão ligadas a esses webmails.

Entretando, conheci semana passada o RoundCube, um cliente de email com código XHTML válido, bonito e altamente personalizável.

Top plugins para WordPress

WordPress é unanimidade em solução para blog. Há uns três anos, quando comecei minha vida blogger, eu mesmo escrevia um pequeno gerenciador de notícias, mas isso não se mostrou tão eficiente. Depois disso, adotei o AJ-Fork, mas esse também não se mostrou tão eficiente. Adotei o WordPress e agora relato alguns plugins bastantes interessantes, que uso aqui, ou na extranet da empresa (sim, aonde trabalho estamos desenvolvendo uma extranet).