Alterando o PHP.ini da Dreamhost

Algumas configurações do PHP da Dreamhost, como o uso do fopen(), são desabilitadas por questões de segurança. Isso pode atrapalhar o funcionamento de suas aplicações. Entretanto, é possível habilitar essa e outras funções via shell.

O wiki da Dreamhost traz muitas dicas sobre a configuração do PHP.ini. Uma que eu reproduzo abaixo é a habilitação do fopen().

Após fazer uma conexão ssh com o servidor, crie o seguinte shellscript:

PHP 4

#!/bin/sh
CGIFILE="$HOME/[your website directory]/cgi-bin/php.cgi"
INIFILE="$HOME/[your website directory]/cgi-bin/php.ini"
cp /dh/cgi-system/php.cgi "$CGIFILE"
cp /etc/php/cgi/php.ini "$INIFILE"

perl -p -i -e '
s/.*allow_url_fopen.*/allow_url_fopen = On/;
' "$INIFILE"

PHP 5

#!/bin/sh
CGIFILE="$HOME/[your website directory]/cgi-bin/php.cgi"
INIFILE="$HOME/[your website directory]/cgi-bin/php.ini"
cp /dh/cgi-system/php5.cgi "$CGIFILE"
cp /etc/php5/cgi/php.ini "$INIFILE"

perl -p -i -e '
s/.*allow_url_fopen.*/allow_url_fopen = On/;
' "$INIFILE"

Defina qual o domínio a ser alterado (linha 2 do script), salve esse script, dê permissão de execução (chmod +x php-update.sh) e o execute (./php-update.sh).

Você também pode colocá-lo em execução semanalmente, para evitar erros futuros. Para isso, abra o crontab (crontab -e) e agende: @weekly /home/myusername/php-update.sh

[update]: via comentário do Vinícius, vale lembrar que deve-se criar um arquivo .htaccess, para mudar o modo de como o PHP é executado por padrão:

Options +ExecCGI
Action php-cgi /cgi-bin/php.cgi
AddHandler php-cgi .php
 

Deployment na Dreamhost e RailsPlayground

Minha aplicação Rails está pronta, mas, e agora? Como instalá-la no servidor?
Essa é uma dúvida muito comum entre desenvolvedores Rails. Fazer a configuração do ambiente de produção de uma aplicação é uma tarefa bem DIY (do it yourself, ou, faça você mesmo). Não existe uma fórmula certa ou errada para isso, mas sim diferentes soluções para essa questão. Esse artigo, portanto, mostra uma forma, que eu e o Nando usamos para rodarmos nossas aplicações. Ele na RailsPlayground e eu na Dreamhost. Vamos lá:

Read more