Ruby on Rails Portable

Você não precisa mais ficar querendo o novo Macbook para levar suas aplicações Rails para qualquer lugar. Um sujeito chamado Etienne Savard criou o Ruby on Rails Portable. O pacote, com uns trinta e poucos megabytes vem com o Scite – um editor de código – também portátil.

PS. só falta saber se um aplicativo Rails rodando em um pendrive vai escalar :P

PS2. o autor desse projeto também fez um Cygwin portátil.

PS3. ainda não testei, talvez pelo estranho fato de ter um pen-drive de 256 mb da Toshiba que só é detectado após 15 minutos ligado na usb.

 

Backup no Mac OS

Felizes são os pessimistas… porque já fizeram backup hoje! Depois do dia que o HD do meu MacBook morreu misteriosamente (sem motivo algum!), fiquei simplesmente viciado em backup. Na busca de um software perfeito, encontrei várias opções e resolvi escrrever sobre isso. No meu caso, buscava um software que fizesse backup da minha partição onde está o Leopard e que também espelhasse minha outra partição de dados, em FAT32 (sim, FAT32, acredite!).

sync

[updated] Meu novo aplicativo favorito de backup para o Mac é Sync Professional. Faz a sincronização de uma forma bem amigável

O Time Machine resolve o problema de backup da partição do Leopard. Assim sendo, não tenho muito o que falar sobre ele, além do óbvio: USE.

O SilverKeeper é atualmente o software que estou usando para fazer backup da minha partição FAT32. É um software da Lacie, aquela marca famosa de HDs e é grátis. Além de todas essa vantagens, ele tem um log beeeem completo e dar para acompanhar, em tempo real, qual arquivo ele está copiando no momento (modo neurótico ON).

O Carbon Copy Copier é talvez o mais interessante dos softwares. Ele possui tarefas automatizadas e poderia criar uma que, ao conectar meu HD USB, executasse o backup previamente estabelecido. Só parei de usá-lo porque descobri que minha partição de destino do backup não poderia ser diferente de HFS.

O RsyncX, conforme sugerido pelo nome, é uma interface bonitinha para o Rsync. Eu estava utilizando esse software e do nada ele parou. Foi aí que o substituí pelo SilverKeeper. Mesmo assim, pode funcionar pra você.

O iBackup também é um software interessante e faz backup de uma série de coisas, como configurações dos seus aplicativos (Firefox, Adobe, por exemplo), dos seus System Preferences, além de suas pastas de usuário (Sites, Music, Movies…). Para backup de pastas, o achei bem lento.

PS: todos os softwares que uso no Mac estão no meu iUseThis.

 

GoLive is dead!

O que é bom deve ser lembrado: o GoLive, que nasceu na Alemanha com o nome GoLive Pro em 1996 e fora comprado pela Adobe em 1999, será descontinuado em função do Dreamweaver. A morte do editor já era prevista, já que com a compra da Macromedia, a Adobe ganhou um popular software para bitolar profissionais.

Descanse em paz ;)

P.S.: amanhã posto sobre um novo job.

 

UML e MySQL no Mac

Quem não usa Mac às vezes pode pensar que soluções em desenvolvimento são escassas. Mas não são. Hoje vou apresentar duas ferramentas de modelagem de dados para Mac OS e o CocoaMySQL, para manipulação do MySQL.

O CanonSketch é um software desenvolvido na Universidade de Madeira, em Portugal. É uma ferramenta interessante para modelagem UML 2.0, muito utilizado em times de desenvolvimento.

Outro software de modelagem que utilizo aqui é o OmniGraffle Pro. Além de diagramas de UML, o software pode criar vários outros tipos de diagrama. A desvantagem frente ao CanonSketch é que OmniGraffle é pago.

Para manipular bancos de dados em MySQL, a pedida é o CocoaMySQL. Ele possui a mesma interface ‘bonitinha’ dos softwares escritos em Cocoa e é bastante eficaz em tarefaz corriqueiras com a linguagem.

P.S.: o iUseThis é mais um site social em Rails, que lista os aplicativos que o pessoal usa. Eu tenho um perfil lá com todos apetrechos.

P.S.2.: estou a muito tempo sem postar, mas vou voltar às antigas. (Esse post está sendo escrito da sala da facu)

 

Safari para Windows

A única novidade relevante da WWDC – Worldwide Developers Conference – é o lançamento do Safari para Windows. O Safari é o browser padrão que vem no Mac OS e a agora a Apple invade o quintal do Windows com um browser rápido, minimalista e que dá ao usuários de PCs o gostinho de experimentar as vantagens de um Mac.

 

MacStuff

Lançado Creammonkey, uma forma de trabalhar com os scripts do Greasemonkey no Safari. Particularmente, prefiro o Safari com browser default no Macintosh.

Para quem não tem ainda, vale a pena a instalação do Google Notifier. Ele notifica eventos do Google Calendar e novas mensagens no Gmail.

Outro programa que vale o download é o HimmelBar, que funciona como que um menu Iniciar. Ele lista todas aplicações da sua pasta “Applications”. Bem útil para quem tem muitos programas mas não quer encher o dock. Ele faz uma linha parecida com o Todos.

 

MP3 to SWF

Como estou trabalhando muito nessas últimas semanas, venho estudando uma forma rápida e eficiente de fazer streaming de áudio. O Flash possui uma classe Sound bastante eficiente para manipulação de áudio, entretanto, conexões discadas de países subdesenvolvidos pode sofrer com isso.

A solução que encontrei e que outras pessoas também utilizam é importar o MP3 para um SWF e manipular o SWF como item da playlist de uma rádio. O streaming do formato SWF é mais bacana do que o do MP3.

Importar um MP3 para Flash e gerar uma timeline com 3000, 4000 quadros não é algo que o software da Macromedia faz nativamente (faz isso somente para vídeos). A solução, então, é usar softwares de terceiros. Vou deixar quatro programas:
1) MP3 Stream Creator: software que eu utilizei. A versão demo permite a conversão de dois em dois arquivos. É uma limitação chata, mas suportável.
2) Hootech MP3 to SWF Converter: software bem bacaninha também.
3) Hootech SWF to MP3 Converter: faz o inverso do software acima.
4) SwiftMP3: converte MP3 para SWF e tem versão para Mac (!)

 

Trabalhando com imagens no Mac

Muitas vezes você não precisa de um editor de imagens pesado como o Photoshop para fazer pequenos trabalhos. Então, falo de três soluções para trabalhar com imagens no Mac.

O primeiro software é o DroPic. Não faz nada de tão especial, só redimenciona imagens para 4 formatos (Pequeno, Médio, Grande e Extra Grande). Como tudo no Mac, é superfácil de usar. E bem didático.

Read more

 

Descubra onde seu Mac foi montado

O coconutIdentityCard é um software que analisa onde e quando seu Mac foi montado, a partir do serial number dele. Vale também para iPods.

Made in Taiwan

Do mesmo desenvolvedor vem o coconutBattery, software que verifica o estado da bateria do seu notebook. O software analisa a quantidade de cargas dadas e a capacidade atual da bateria. Meu iBook ainda tem uma boa vida útil de bateria ;)

 

Tela azul da Morte. No mac

Não é nada disso que você está pensando. É apenas uma de dezenas de proteções de telas encontradas aqui. O download das proteções de tela para Mac OS tem 25MB. Para instalar a proteção de tela, basta dar abrir o arquivo correspondente. Simples assim!

Ah, e tem versão para Linux também (embora muitas distribuições já incluam a maioria dos screensavers desse pacote).

 

Spotlight no Safari

Inquisitor em ação

O Spotlight, para quem não conhece o Mac OS é um sistema de busca muito eficiente que vai mostrando os resultados da consulta conforme as palavras são digitadas. Algo bem parecido com o Google Suggest.

Bem o software que falo nesse post ativa esse recurso de “live search” no Safari. Inquisitor é grátis e de fácil instalação. Vale o download.

Para quem quer conhecer mais plugins do Safari fica o link do Pimp My Safari.

 

Software cria galerias agradáveis em Flash

Inicialmente, peço desculpas pelo meu afastamento. Ultimamente, muitas coisas me aconteceram: retornei a iniciativa pública e essa mudança me causou alguns passatempos, impossibilitando de escrever.

Hoje, descobri o Picklish, que aparenta ser mais um Web2.0 service-like.

O Picklish é um software que cria agradáveis galerias em Flash sem ter conhecimento algum da ferramenta. Veja o exemplo »
Bastante didático, a interface lembra a simplicidade do Mac OS. Infelizmente, o software está disponível somente para Windows. Essa solução é muito prática para usos específicos. Vale a pena conhecer a ferramenta.

[update] Agora disponível para Mac OS.

 

Browser com Exposé

O Exposé é um recurso encontrado no Mac OS X que permite acessar uma janela aberta com apenas um tecla de atalho. Seria, portanto, um ALT+Tab melhorado (e mais estiloso).

Estou falando do Exposé do Mac OS para falar de um browser que também conta com esse recurso: o Shiira. Um browser não muito conhecido, o Shiira é leve e bastante eficiente, prometendo manipular, por exemplo, os Favoritos do Safari e Firefox.

Entre outros features, ele tem suporte ao idioma japonês nativamente, um leitor de feed interno (que avisa no dock quantos feeds não lidos!) e um projeto chamado Shiira Mini, que nada mais é do que um widget para o dashboard. Vale a pena experimentá-lo.

Mais do Mesmo:

Um completo review do Shiira
Comparativo entre browsers do Mac OS