Upgrade em seu Tumblelog

Definitivamente estou gostando do conceito do tumblelog. Ter um scrapbook para registrar desvaneios, links e vídeos é bem mais informal do que manter um blog e com uma vantagem: simplicidade em usar. Mas, senti falta de algumas coisas e aí vão as dicas:

Estatísticas: o Tumblr não possui nenhum sistema de estatísticas. Para contornar isso, nada como uma conta no Google Analytics para estatísticas do site e o uso do Feedburner para saber sobre os assinantes do seu feed.

Layout: o layout, no caso do Tumblr, é definido das configurações. Existe uma série de layouts já disponíveis e até um site com templates. Fazer um layout e implementar não é algo difícil, uma vez que o sistema possui tags amigáveis para indicar posts, imagens, links e vídeo.

Comentários: algo que realmente que faz falta é um sistema de comentários, mas isso o HaloScan.com resolve de forma bem eficaz.

Monetização: daqui a pouco surgirão os primeiros pró-tumbleloggers. O meu já possui dois banners do Adsense e penso em experimentar o boo-box no futuro.

Busca: uma forma de implementar busca no tumblelog é através do Google Co-op, ou através da opção de busca do Adsense.

Extras: Syntax Highlight: para colorir código no tumblelog; Tumblr Hacks, um blog cheio de dicas bacanas e FEEDJIT, um sistema para descobrir de onde vem seus usuários.

 

Tumblelog, meu lado obscuro

Eu (tento) sempre usar esse blog para textos sérios, técnicos, ou para emitir opiniões sobre assuntos de tecnologia. Não acho que saber o que eu ouço, fotografo, leio ou faço seja relevante para quem lê esse site, mas, entre uma besteira e outra, pode sair algo interessante.

É aí que o tumblelog entra. Resolvi juntar todos os meus desvaneios no meu Tumblr. Para mim, é um espaço informal e que reúne contas do Flickr, del.icio.us, last.fm, Twitter e o que mais que for inventado.

 

Microblogs e Tumblelogs

Uma nova mania interessante são os microblogs, blogs com pequenos textos. O mais famoso é o Twitter. Esse ano, surgiu o Pownce (já falei dele por aqui), que além de micro-posts, reúne fáceis formas de compartilhar arquivos.

Junto a tudo isso vivem também os tumblelogs, que reúnem de forma fácil a postagem de vídeos, imagens, textos e links. Testei recentemente o Tumblr. O que chama a atenção nele (Powered by Rails) é o simples adminstrador, que não requer do usuário preocupações de como manter seu diário pessoal.

Baseado nessa simplicidade, procurei por algumas soluções semelhantes ao Tumblr, para um futuro projeto. O primeiro é o Gelato CMS, escrito em PHP. Pelo menos um dos templates dele parece muito com um template usado no Thumblr. Descobri, também em PHP, o Bazooka. E em Rails vi o ozimodo.