Fala Sonia

Fala Sonia (video abaixo) é talvez o maior sucesso do Youtube depois do Tapa na Pantera, aquele da velhinha que não é viciada mas fuma maconha todo dia – a 30 anos. Fala Sonia é um filme de uma senhora que não consegue pronunciar Youtube. Parece idiota, mas o buzz foi tanto que já há mais de quatrocentas mil visualizações. A Folha inclusive quis saber a opinião dos leitores. Dei meu pitaco (que está entre as opiniões dos leitores):

Fala Sonia é sinal de uma revolução do usuário, o usuário 2.0. O usuário 2.0 cria um mundo só seu, com suas particulares e preferências. O vídeo divide no Youtube o mesmo espaço de um clipe de minha banda favorita ou uma entrevista do Lula e serve para mostrar que, de consumidores passivos, viramos editores de conteúdo [hiper]ativos.

Ah, a Folha encontrou a tal Sonia. Ela gostou da exposição e dá até autógrafo nas ruas. Que sucesso!

 

Supermercado 2.0

Cotonetes etiquetados como Better audio; maçãs, como del.icio.us; papel higiênico, como shit; leites cheio de comentários de usuários e até um ovo com RSS. Como seria um Supermercado 2.0?

 

Brasileiros bloqueados no Youtube

Inacreditável como uma pessoa consegue ser tão podre, pobre de espírito e tudo mais de ruim. O tal vídeo de uma apresentadora famosinha de meia tigela em momentos íntimos com seu namorado fez com que o Youtube bloqueasse o acesso de brasileiros ao serviço. Usuários da Brasil Telecom (pessoal do Sul e Centro Oeste) já não conseguem ver os vídeos do site. Aqui em Minas (uso Velox) está tudo normal (ainda). Citação vinda do Meio Bit:

“estamos cientes do não-acesso ao YouTube, contudo não temos mais informações no momento. Pedimos que aguardem uma nota oficial que a empresa se pronunciará a respeito”

Queria saber o que passa na cabeça de uma pessoa fútil dessas. Engraçado. Hoje ela tem um desafeto com o Youtube e bloquea o acesso. Tá, e quanto a dezena de outros sites que tem o vídeo? E quanto as redes P2P? E quanto ao orkut e cia? Será que ela acha que consegue tapar o sol com a peneira? Isso chega a ser cômico!

Solução

Se você não estiver conseguindo acessar o site, tente instalar a extensão FoxyProxy para seu Firefox. Se você ainda não tem o Firefox, instale já!

[update 09/01/07 8:00]
Ainda em Minas é possível entrar no Youtube.

A opinião pública continua abismada com a decisão insensata de um juiz. Ontem todas as TVs noticiaram o fato. Surgiu o site de Boicote a modelo. Lá existem formas de pressionar a famosinha, atacando empresas que pagam os altos cachês dela. Além disso, esse site tem formas de furar o bloqueo que ocorre nas principais teles do país.

[update 09/01/07 13:00]
Ainda sobre o fenônemo: De Phelipe para Daniela:

Daniela, põe a mão na cabeça. Tente pensar. Você é apresentadora de um programa jovem na MTV. Sabe quem assiste à emissora? Um monte de adolescentes que, como você (e eu), também costuma transar na praia, infringir a lei, ser atrapalhado, fazer coisa errada e, veja só!, acessar o Youtube quase todos os dias.

[update 09/01/07 15:00]
Youtube liberado: Pedala Cicarelli!!! Quem deve ser bloqueado é ela. Bloqueado das revistas de fofoca, dos comerciais e dos programas da eMpTY.

O Tribunal de Justiça de São Paulo suspendeu nesta terça-feira o bloqueio ao site de compartilhamento de vídeos YouTube. O acesso ao vídeo, no entanto, continua proibido pela Justiça.

Leia a medida de liberação do Youtube.

[update 11/01/07]
Apesar da modelo dizer que foi injustiçada e que não teve nada a ver com ação, o nome dela consta nos altos do processo como autora da ação. Que papelão, hein!

Há até um protesto marcado para sábado (13), ao meio-dia, em frente à MTV. Os presentes devem pedir que o canal demita a modelo. (Na minha opinião, quem tinha que ter acesso bloqueado no Brasil era ela, não o Youtube).

Mais do mesmo:
Explicando a modelo o que é a Internet (bem didaticamente, por Rodrigo Muniz)
Cocaboa ensinando a desbloquear o Youtube
(Novas atualizações a qualquer momento xD)

 

Midiatrix Revelations

Crítica bem bacana. Se não conseguir ver o vídeo, clique aqui.

Existe também um documentário produzido pela ABC chamado Além do Cidadão Kane. É um documentário antigo, mas reproduz bem a situação dos órgãos de comuniocação no Brasil. Com excessão das últimas ediçöes de Veja, a imprensa sempre se mostrou bem sutil aos fatos sociais e políticos do Brasil.